SEMINÁRIOS

ORAÇÃO PELOS SEMINÁRIOS:

Semana_dos_Seminarios_2018_Oracao

 

Semana dos Seminários – 2018 – Guião

Carta do Senhor Reitor:

De 11 a 18 de novembro decorre a Semana dos Seminários. Ao longo desta semana somos convidados a rezar, de um modo especial, pelos seminaristas e pelas vocações sacerdotais, bem como oferecer ao Seminário, coração da Igreja diocesana, a nossa ajuda económica, conscientes de que a pastoral vocacional é um dos sectores mais importantes para o futuro da Igreja.

Segundo o presidente da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios, “o tema desta semana – «Formar discípulos missionários» – sublinha o objetivo fundamental dos seminários”, apontado no mais recente documento da Congregação do Clero, (Ratio fundamentalis institutionis sacerdotalis): «A ideia de fundo é que os seminários possam formar discípulos missionários, “enamorados do Mestre”, pastores com o “cheiro das ovelhas”, que vivam no meio delas para servi-las e conduzi-las à misericórdia de Deus». Todo o batizado chamado à vocação sacerdotal é um discípulo gerado na família e na comunidade cristã que se dispõe a fazer um caminho de discernimento e preparação para participar, como pastor, na missão que Jesus confiou à Igreja. A formação inicial feita no seminário é indispensável para o sacerdócio e representa um caminho belo e exigente de amadurecimento humano, preparação intelectual, aprofundamento espiritual e sobretudo de configuração com Cristo, Bom Pastor.

O Seminário não vive por si nem para si mesmo, mas está ao serviço da Igreja e tem como finalidade a formação daqueles jovens que procuram seguir Jesus Cristo na vivência da vocação sacerdotal. Daí a importância do Seminário como comunidade de discípulos e estrutura de acompanhamento no discernimento vocacional na formação de discípulos missionários para a missão da Igreja hoje.

O Seminário é o coração da diocese e é muito importante para a vitalidade da vida eclesial. Por isso o interesse e a colaboração de todos na promoção das vocações sacerdotais e no tornar esta estrutura mais presente, conhecida e amada nas comunidades paroquiais, é fundamental para uma renovada sensibilidade vocacional.

No sentido de uma melhor coordenação de esforços, para que as Comunidades Cristãs vivam mais intensamente este acontecimento eclesial e, para ajudar a concretizar algumas propostas, foram enviados, via mail, os subsídios elaborados pela Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios.

A “Semana dos Seminários” tem ainda como objetivo bem definido suscitar vocações sacerdotais mediante a sensibilização dos cristãos, em geral, e das paróquias e comunidades cristãs, em particular, para a falta de vocações no clero diocesano que se traduz no pequeno número de alunos que frequentam o Seminário Diocesano. Este ano temos 8 adolescentes a frequentar o Seminário Menor

e 11 jovens no Seminário Maior. Destes 11 seminaristas maiores, 10 estão a fazer o percurso de formação no Seminário Maior do Porto, frequentando também a Faculdade de Teologia da Universidade Católica, e 1 em estágio pastoral (Seminário e Paróquia de Valdanta).

No sentido de despertar e apresentar a vocação sacerdotal aos adolescentes e jovens temos também a estrutura do Pré-Seminário que, de acordo com os respetivos arciprestes, bem como no Seminário, poderá programar alguns encontros. Recordo ainda o próximo Encontro de Acólitos que terá lugar no Seminário, no sábado, dia 17 de Novembro. O responsável do Seminário para estas ações vocacionais é o Sr. P. João Curralejo.

Como a formação exige bastantes recursos económicos e para que o Seminário continue a cumprir a sua missão, ele precisa da ajuda económica de todos. Não são só as comunidades paroquiais ou os cristãos, individualmente, que são chamados a ajudar economicamente na formação, também aos movimentos de apostolado é feito este apelo. Uma forma de ajudar seria a criação de Bolsas de Estudo para os alunos de Teologia (750 euros mensais ou 7.500 euros anuais), um contributo mensal ou uma oferta anual. 

São também enviadas as contas do Seminário onde podemos constatar e verificar o saldo negativo das mesmas. Esta situação não vai melhorar a curto prazo, pois as receitas são cada vez menores. Daí que seja muito importante a ajuda económica das paróquias, sobretudo através do peditório que é costume fazer nesta semana.

Perante as constantes dificuldades económicas sentidas e a impossibilidade de realizar obras de manutenção, precisamos de repensar espaços e de fazer uma re-estruturação económica do Seminário de modo que o mesmo, a curto prazo, seja sustentável.

Como é do conhecimento geral, até porque os meios de comunicação já o divulgaram, estão a decorrer negociações para que o edifício do Seminário seja alugado (25 anos) a uma cadeia de hotéis. Esta decisão não está a ser fácil, mas a dificuldade crescente na sua sustentabilidade económica, bem como obras urgentes de manutenção, exigem ponderar esta oportunidade. Embora se sinta algum desconforto na decisão, devemos ser realistas: o Seminário não se governa com afeto e temos que ver a questão pelo lado positivo porque o edifício será requalificado e melhorado, poderemos ficar com um novo Seminário, no mesmo espaço, mais de acordo com a realidade vocacional diocesana, e teremos uma fonte de receita.

Apesar das dificuldades, olhamos o futuro com esperança. Confiados no Senhor da messe, com retidão nas ações, com a ajuda do presbitério e apoiados nas novas exigências da Igreja para a formação sacerdotal (Nova Ratio) o Seminário irá, certamente, cumprir a sua missão: formar discípulos missionários para a Igreja diocesana.

Tendo em conta o Centenário da Diocese e como preparação para o mesmo, o Seminário irá promover três conferências por ano até à data jubilar. Assim, a primeira é já no próximo dia 19 de novembro, às 21.00h, na Sé de Vila Real, e será conferencista o Sr D. Manuel Linda, bispo do Porto. A conferência terá como tema: “A família como desafio pastoral”. Pedia para divulgarem nas vossas comunidades. A participação é importante.

Faço votos que a “Semana dos Seminários” seja vivida intensamente nas nossas comunidades cristãs e que dela surja um renovado empenho e interesse pelo Seminário e pelas vocações ao ministério ordenado.

Cumprimentos e bom trabalho pastoral.

O Reitor, P. António Abel R. Canavarro